sexta-feira, 21 de julho de 2017

Idade

A pele já não é a mesma, a cor, derme.
O cheiro muda, o tato, tocar,
A qualidade do pegar e a forma capiciosa
De sentir o áspero, o frio,
O cru...

A idade faz mal com o passar,
Com o caminhar da própria idade.
Uma vida que era de pele lisa
Cobre-se por uma camada de rugas,
Como se trocasse de pele feito cobra.

É a fase do aceitar...
Aceitar-se ou reinventar
Visual, história, idade...
Abrir mão da própria idade 
Ou da mala de cosméticos
Que agora prova que a própria pele
É o resultado mais difícil de aceitar
Da vida intensa

Ou tranquila (que se entregou ao mero esforço de passar).

Mais do que fios
Embranquecidos
Ou pelos negros que já se foram,
Mais do que a vista ruim,
Do que a surdez
Ou da falta de rigidez da fala.
Talvez a falta de memória
Demência ou Alzheimer
Seja o melhor remédio para a pele
Que sofre de idade.

Nenhum comentário: